O arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, o cardeal Orani João Tempesta, presidiu a Santa Missa em ação de graças pelos 145 anos de fundação da congregação Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração (FDNSC). Essa é a instituição religiosa que administra nossa escola, o Instituto Geremário Dantas. A celebração aconteceu na tarde do dia 29 de agosto, no ginásio escolar, onde se reuniu toda a Família IGD: alunos, pais e responsáveis, professores, funcionários e as Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração, ali representadas pelas irmãs Marisa, Laudelina, Geralda e Carmen.

 

Concelebraram os padres Rafael Lima, Sebastião Natal e João Sopicki e o diácono e professor Hélio Júnior. A Celebração Eucarística teve também como intenção o início das comemorações dos cem anos de presença das religiosas FDNSC em terras brasileiras, como informou a diretora escolar, a Irmã Marisa Aquino ao acolher todos os presentes.

Em sua oração inicial, o cardeal manifestou sua alegria em dar graças ao Pai, em unidade com todas as pessoas presentes, pelo encerramento do Mês Vocacional, que é celebrado no mês de agosto na Igreja do Brasil. E durante a homilia, que retratava o martírio de João Batista (Marcos 6,17-29), dom Orani lembrou todos os cristãos perseguidos, desde o início da Igreja:

Os cristãos são perseguidos, como nos primeiros tempos: martirizados, degolados, alguns expulsos das suas casas, ou das suas igrejas que são demolidas. São várias situações no mundo afora que até hoje acontece. Se não se persegue dessa forma tão explícita, persegue-se de outras maneiras: difamando, mentindo. Então celebrar hoje a fé de um homem como João Batista, seu martírio, é lembrar a importância de sermos sempre provados em nossa vida, de diversas formas: na escola, no trabalho, na educação, ao querer introduzir no currículo escolar tantas ideias contrárias à fé.

 

Portanto, a Palavra de Deus nos convida a nunca desanimar diante das provações, das perseguições. Somos chamados a testemunhar a nossa fé em Cristo Jesus. Sabemos que os mártires são as sementes de novos cristãos, e sempre fomos testados, em todas as épocas, por diversas formas.

Enquanto cristão, prosseguiu o arcebispo, “temos uma Palavra, um anúncio a ser feito em nossas casas, catequeses, na educação, saúde, em obras sociais”. No segundo instante, ele dirigiu suas palavras à importância de se celebrar o aniversário de fundação dessa comunidade religiosa:

As Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração celebram seu jubileu, estão tocando o shofar para dizer que começou o ano do jubileu que vai culminar depois nos cem anos. É o tempo de retomar, de ver como se pode traduzir para os tempos atuais os valores e entusiasmos dos 145 anos atrás, quando a Congregação foi fundada e, depois, quando chegou ao Brasil, há 99 anos. Sem dúvida, as irmãs celebram também a razão da escola, de todo o trabalho do IGD em levar a espiritualidade nessa comunidade escolar.

Em seguida, dom Orani expressou sua alegria pela perseverança dos pais, professores, funcionários e crianças e adolescentes que integram o Instituto Geremário Dantas. 

Podemos agradecer e pedir a Deus, cada vez mais, que os pais prestigiem a escola; e os funcionários e professores cada vez mais sintam o convite para a missão que é muito importante; e que todas as crianças e adolescente se sintam empenhados em se sentirem bem aqui. Isso é muito importante: que cada criança, cada adolescente e cada jovem busque esses valores, pois mais tarde, quando exigir a vida, terá os compreendidos.

E, por fim, explicou a importância da escola católica nos dias de hoje. Da responsabilidade de uma instituição de ensino que leve a pessoa a pensar, querer e agir segundo o Evangelho, diante de uma sociedade que apresenta tantas situações contrárias à vida humana.

A escola católica tem de continuar perseverando, e isso acontece graças ao prestígio que os pais dão à escola; graças aos funcionários e professores e professoras que levam adiante também sua missão; e às crianças e adolescente que sabem acolher aquilo que é sua orientação, a preocupação com o presente e para o futuro.

Homenagens

No final da Santa Missa, o aluno Gabriel, do 3º ano Ensino Fundamental, em nome de todos os demais estudantes do IGD, homenageou as irmãs, que deixaram tudo para seguir Jesus.

Em seguida, todos os presentes prestaram homenagens à Virgem Santíssima. A família da professora Alessandra, representando as famílias, coroou Nossa Senhora do Sagrado Coração.

 

“Deus chama a família a viver sua vocação no cotidiano da vida, sendo um farol que irradia alegria de seu amor pelo mundo. Em nossa, escola, a família ocupa um lugar especial no coração de nossa missão”, disse a professora Marcia.

Sobre as Filhas do Sagrado Coração

No dia 30 de agosto de 1874, em Issoudun, França, padre Júlio Chevalier fundou a Congregação das Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração para ser uma corte de honra à Nossa Senhora do Sagrado Coração. A fim de anunciar as insondáveis riquezas do amor de Deus reveladas em Cristo e levar todos os homens e mulheres ao Pai, por Cristo, no amor do Espírito Santo. Dedicando a aliviar todas as necessidades humanas, principalmente, as dos mais carentes, hoje essa Congregação que administra o IGD está presente nos cinco continentes e nas mais diversas pastorais.

No Brasil, chegaram em 1920, em Alfenas, Minas Gerais, onde começaram a servir na Santa Casa de Misericórdia e no Colégio Sagrado Coração de Jesus. Atualmente, a província brasileira encontra-se em vários estados do Brasil trabalhando para o bem dos irmãos, num amor sem limites: Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas.

Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formSubmit